quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Os Lagartos





O lagarto está chorando
A lagarta está chorando
O lagarto e a lagarta
Com aventaizinhos brancos
Hão perdido sem querer
Seu anel de casamento
Ai! Seu anelzinho de chumbo,
Ai, seu anelzinho chumbado
Um céu grande e sem gente
Monta em seu globo aos pássaros
O sol, capitão redondo
Leva um colete de raso
Olhem que velhos são!
Que velhos são os lagartos!

Ai como choram e choram,
Ai! Ai! Como estão chorando!

Federico Garcia Lorca




2 comentários:

JPD disse...

Belíssimo poema.

Conheço mal a poesia de Lorca.

Eis mais uma razão para me congratular com esta edição.

Saudações

bettips disse...

Este poema, musicado por Paco Ibañez já me fez chorar em várias décadas diferentes!
Penso que por aqui o fio da poesia é um laço. Um baraço, um abraço, Meggy.
Tempos (mais)felizes te desejo.