terça-feira, 18 de maio de 2010

Canções tradicionais portuguesas

SAUDADE
(Ilha do Pico)


A saudade é um luto
Uma dor, uma aflição
Ai, é um cortinado roxo
Saudade que me cobre o coração

Vira e volta a saudade (bis)
Ai vira e volta a saudade
Saudade
Para os lados do meu peito

Pus-me a chorar saudade
Ao portal do meu jardim
Uma moça me respondeu:
-Saudades, elas não morrem assim

Vira e volta a saudade (bis)
Ai vira e volta a saudade
Saudade
para os lados do meu peito

Amanhã parte um navio
Amanhã é que eu me vou
Ai as saudades que eu levo
São da mãe, são da mãe que me criou

Vira e volta a saudade (bis)
Ai vira e volta a saudade
Saudade
para os lados do meu peito

Não cabe um amor tão grande
Num palácio tão estreito
Ai não cabe um amor tão grande
Saudade, num palácio tão estreito.

2 comentários:

São disse...

Obrigada por me considerares amiga, porque também gosto de ti!

Mais uma bela canção açoriana que tive o gosto de ouvir na Terceira.

Um abraço, companheito.

José Augusto Nozes Pires disse...

Vai-se vendo como tu és uma mulher sábia, viajada e experiente. Abraço